Cadernos de ViagemTwo Feet on the Ground

10 coisas a não perder em Itália

italia-top10

Bella Italia! Itália é um dos destinos mais populares destinos em todo o Mundo. Uma arquitetura ímpar, cidades medievais, comida deliciosa, obras de arte sem igual, o glamour singular e o eterno romantismo são apenas alguns dos motivos que fazem com que todos caiam de amores pelo país. A lista continua e o que não faltam são razões para visitares em Itália em qualquer época do ano. Com tanto para oferecer, é normal que escolher o que visitar e o que fazer em Itália não seja uma tarefa fácil.

Se andas a sonhar com uma viagem a Itália, mas não sabes bem por onde começar, vais encontrar neste artigo alguns dos principais pontos de interesse para começar a planear a tua visita. O país é tão rico a nível cultural, que é impossível conhecê-lo apenas com um visita. Seja num roteiro de 1, 2 ou 3 semanas ou numa escapadinha de fim-de-semana começa já a preparar a tua próxima viagem. Estas são as 10 coisas, sem nenhuma ordem, que não podes deixar de incluir em qualquer roteiro por Itália.

1. Descobre as coloridas vilas de Cinque Terre

Empoleiradas na Costa da Ligúria, a norte de Itália, as cinco pequenas vilas que constituem as Cinque Terre permanecem misteriosamente intactas. De sul para norte, são elas Riomaggiore, Manarola, Cornigla, Vernazza Monterosso al Mare. Os penhascos acidentados, casas coloridas, vinhas encarpadas na encosta e portos secretos fazem de Cinque Terre um paraíso na terra. Juntamente com Portovenere e as ilhas Palmaria, Tino e Tineto são consideradas Património da Humanidade pela UNESCO. As suas paisagens e beleza natural são a principal razão que lhe atribuíram tal estatuto. Estas vilas de pescadores e agricultores são uma das regiões mais visitadas em Itália. Aproveita a visita pelas Cinque Terre para saltitar de uma vila para a outra, fazer longas caminhadas, relaxar junto ao mar, ver o pôr-do-sol e aproveitar ao a culinária local. Já que estás de passagem, e se tiveres tempo, não te esqueças de passar pela Riviera Italiana e presenciar na primeira pessoa o esplendor do verdadeiro glamour italiano.

➳ LER: Cinque Terre, as pitorescas vilas da costa italiana

DCIM/101MEDIA/DJI_0185.JPG

2. Visita ao museu a céu aberto que é Florença

Visitar Florença e percorrer as suas ruas é como visitar um museu ao ar livre. Afinal, Florença é uma das poucas cidades do mundo cujo centro histórico inteiro está classificado como Património Mundial da UNESCO. A cidade que é o berço da Renascença alberga alguns dos maiores tesouros artísticos e arquitetónicos do país, e até do mundo. Nada melhor para começar a tua visita a Florença pela catedral Santa Maria del Fiore, universalmente conhecida como Duomo de Florença. Seguem-se o Battistero di San Giovanni, Campanile de Giotto, as Galerias Uffizi, o Palazzo Vecchio, . Aproveitaos finais de dia para fazer um relaxante passeio a pé pelo centro histórico de Florença. Enquanto o sol se põe no horizonte, caminha pelas margens do rio, e acaba a noite na esplanada de um qualquer enoteca florentina.

➳ LER: Florença, um museu de arte a céu aberto

Florença

3. Passeia sob o sol e tranquilidade da Toscana

Quando pensamos na Toscana, a imagem visual que nos vem à cabeça é clara: colinas verdejantes, vinhedos sem fim, estradas serpenteantes, árvores cipestres a enfeitar a paisagem, grandes cidades culturais e pequenas vilas medievais. Florença, San Gimignano, Siena, Lucca, Volterra, Montepulciano, Val d’Orcia ou Arezzo são alguns dos locais a não perder. Na verdade, qualquer pequena vila nesta região é igualmente encantadora. É nesta região italiana que a expressão italiana “il dolce far niente”, a agradável ociosidade, ganha outro sentido. O ritmo de vida parece mais tranquila, as pessoas parecem desfrutaram dos pequenos prazer da vida. A Toscana é também o centro vinícola de Itália. As regiões demarcadas são famosas em todo o mundo pela produção de alguns dos melhores vinhos do mundo, como o Brunello de Montalcino e o Chianti. Há dezenas de casas vinícolas espalhadas por esta região, desde pequenas adegas familiares a grandes produtores, que merecem uma visita – e uma degustação.Aproveita a tua passagem pela Toscana para comer bem, degustar óptimos vinhos, apreciar a paisagem.

➳ LER: Lucca, Pisa e Tavernelle, no regresso à Toscana

➳ LER: Siena, San Gimignano e as planícies de Chianti

toscana
Planícies da Toscana

4. Vive o todo o charme e glamour da Riviera Italiana

Estendendo-se do sul da França, a Riviera Italiana é popular entre os italianos e viajantes de todo o mundo. Graças às suas casas coloridas construídas nas encostas, as paisagens deslumbrantes, as praias de difícil acesso. As outrora vilas de pescadores são hoje um destino muito desejado, principalmente pela elite cinematográfica mundial. Portofino é o ponto mais exclusivo, charmoso e luxuoso da região. Juntam-se à lista Santa Margherita Ligure, San Fruttuoso, Camogli e as populares Cinque Terre, ali muito perto. (Riomaggiore, Manarola, Cornigla, Vernazza e Monterosso al Mare). A costa da Lingura é especialmente rica em paisagens privilegiadas para o Mediterrâneo, praias intocadas de água cristalina. Se procuras um local para relaxar em grande, qualquer destas cidades são o destino certo.

➳ LER: San Fruttuoso, Portofino e a incrível Rivieira Italiana

Portofino

5. Descobre a belíssima Costa Amalfitana

Conhecida pelos seus penhascos dramáticos, encostas vertiginosas, estradas sinuosas, vistas amplas sobre o mar azul-turquesa, cidades pitorescas em tons pastel e cenários cinematográficos, a Costa Amalfitana é indiscutivelmente uma das regiões mais incríveis de Itália. A costa compreendida entre as cidades portuárias de Salerno e Sorrento, vulgarmente conhecida por Amalfi Costa, ou Costa Amalfitana, é de uma beleza rara. Nela encontram-se pequenas vilas como Positano, Amalfi e Ravello. Este é um pedaço de terra onde o odor perfumado a limão entra em perfeita harmonia com a densa vegetação e o mar mediterrâneco, e que te fazer querer viver a máxima do “dolce fare niente”. Se fores um condutor habilidoso – e corajoso – faz-te à estrada pela Strada Statale 163, a sinuosa estrada amalfitana; mas se preferes ter umas férias menos palpitantes, embarca antes numa descoberta pela principais vilas da Costa Amalfitana pelo mar. A este conjunto de destinos memoráveis. junta-se ainda o luxo insular de Capri. A esplendorosa ilha italiana fica a apenas a 30 minutos de barco da costa.

➳ LER: Costa Amalfitana, pequeno paraíso a sul de Nápoles

6. Em Roma, sê romano

Roma é também por si só um verdadeiro museu a céu aberto. Considerada o centro do mundo durante séculos, Roma é hoje uma cidade guarda uma história (e histórias) inigualável. Os seus edifícios erguidos há centenas de anos são hoje património mundial, as ruínas e monumentos imponentes fazem com que um passeio pelas ruas da Cidade Eterna se torne uma viagem no tempo. Roma é uma cidade plana e por isso caminhar pela cidade é uma excelente forma de a conhecer. Roma é também uma cidade com muito para oferecer , o faz com que não seja fácil decidir onde ir, o que fazer ou o que visitar. Ainda assim, há pontos de atração que não deves perder. Colesseo, Palatino, Fórum Romano, Fontana di Trevi, Piazza di Spagna e Piazza Navona são apenas alguns dos muitos marcos históricos que não deves perder. Depois de muito caminhar durante o dia, aproveita o cair da noite para jantar numa das muitas ruas tipicamente romanas. O bairro do Trastevere é um dos mais procurados, e com razão. Repleto de restaurantes é o local ideal para desfrutares da autêntica e típica comida italiana. De manhã, faz uma passagem pelo Campo de Fiori e aproveita para comprar algumas iguarias, alimentos frescos, flores no mercado local.

➳ LER: Roma, a eterna capital italiana

Roma - Piazza di Spagna
Piazza di Spagna, Roma

7. Descobre um novo país dentro de Roma

O Vaticano é, na verdade, um país dentro de um país. Situado num enclave murado da cidade de Roma, o Vaticano, oficialmente Estado da Cidade do Vaticano, é o mais pequeno território do mundo. Ainda assim, a cidade-estado tem muito par ver e guarda uma das maiores riquezas do Mundo. Além de ser a sede da Igreja Católica, é . A Praça e a Basílica de São Pedro, a Capela Sistina e Museu do Vaticano são pontos de visita obrigatória. Diz o ditado que “ir a Roma e não ver o Papa” é ir a um lugar e não visitar a sua principal atração. Na realidade, ver o Papa não é uma tarefa assim tão fácil. Se é uma experiência que não queres perder, deves consultar a agenda anual do Papa aqui, e ter em consideração as datas das celebrações e audiências públicas no Vaticano.

Piazza San Pietro, Vaticano

8. Saboreia o que de melhor a terra e o mar têm para oferecer

Pode dizer-se que ir a Itália e não aproveitar a sua deliciosa gastronomia italiana é pecado. Contar calorias, também. Viajar por Itália é também fazer uma viagem pelos sentidos. Percorrer as cidades italianas em busca de sabores tradicionais e, ao mesmo tempo, contemplar as incríveis paisagens é algo que não podes perder, independentemente do teu destino em Itália. Apesar da sua popularidade ser muito em parte pelas pizzas e pastas, esta é uma gastronomia extremamente rica, variada e nutritiva. Os italianos valorizam as suas raízes, e isso é notável até na hora de cozinhar. O respeito pelas tradições familiares é um dos seus ingredientes principais, e a receita há sempre uma receita da nonna e da mamma de comer e chorar por mais.

➳ LER: Uma viagem pela gastronomia italiana

9. Vive luxo insular de Capri

Destino de preferência do jet-set italiano e internacional, a ilha de Capri é muito procurada por todos. Hotéis de luxo, lojas de grandes marcas internacionais e restaurantes badalados é o que não falta. Apesar disso, é também possível visitar Capri sem esgotar todo o dinheiro que tens na carteira. Podes optar por fazer uma visita de 1 dia à ilha ou por passar 1 noite em Capri. Há passeios de barco que te levam a dar uma volta a Capri, parando nos pontos mais emblemáticos. O passeio começa na Marina Grande, e vai parando junto a uma série de grutas escondidas, pequenas praias desertas e declives acentuados. Muitos destes passeios incluem também uma paragem junto à Grotta Azzurra. Atenção que, caso queiras entrar dentro da gruta, terás que pagar aos barqueiros para te levarem nesse passeio extra.Uma das principais atrações ao largo da ilha sãos os Faraglioni, três formações rochosas naturais que se situam a poucos metros da costa. Já com os pés em terra, aproveita para passear pelo centro de Capri, dar uma volta pela rua mais luxuosa da cidade – a Via Camerelle – e observar contemplar a paisagem na La Piazzetta di Capri. Visita os Jardins de Augustus e, caso fiques hospedado na ilha, aproveita a calmaria que se sente ao final do dia com o partida dos turistas ao final do dia e segue até Anacapri.

➳ LER: Capri, todo o charme italiano no seu esplendor

Capri

10. Perde-te na Siena mediaval

Siena é uma das principais cidades medievais da Toscana. É um destino absolutamente incrível, que te transporta para outra época. Dentro do seu centro histórico, designado como Património Mundial da UNESCO, podes encontrar a majestosa Piazza del Campo, a opulenta Catedral de Siena, o colorido Palazzo Comunale, a imensa Basílica de San Domenico e o Palazzo Salimbeni. As suas ruas estreitas são perfeitas para caminhar com toda a calma do mundo, e para te deixares perder pelo encanto desta cidade medieval que parece ter ficado guardada no tempo. É na Piazza del Campo que ocorre, desde a Idade Média, uma famosa corrida de cavalos. O Palio di Siena acontece em 2 de julho e 16 de agosto, e os cavaleiros que representam seus bairros entram em competição no centro da praça.

➳ LER: Siena, San Gimignano e as planícies de Chianti

Piazza del Campo, Siena

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.