Sabores do Mundo

O sabor autêntico a Vietname

Nem só de paisagens paradísiacas e de beleza natural autêntica é feito o Vietname. O país oferece também uma das gastronomias mais ricas e saborosas de todo o Sudeste Asiático. Os prinicpais ingredientes utilizados na gastronomia do Vietname são muito semelhantes aos dos seus vizinhos Tailândia e Camboja, mas a comida vietnamita tem um estilo e sabores muito próprios. Apesar de não ser tão conhecida como a sua congenere tailandesa, é igualmente deliciosa – na minha opinião, muito melhor até.

A gastronomia no Vietname é baseada no princípio chinês do Wu Xing (cinco elementos), que resulta na combinação de cinco sabores: picante (metal), azedo (madeira), amargo (fogo), salgado (água) e doce (terra). Esta combinação faz com que seja uma gastronomia rica em sabores frescos, picantes e diversificados. É também uma gastronomia muito influenciada pela gastronomia chinesa, indiana e francesa – da influência cultural que estes países tiveram na antiga Indochina. Na sua base está o arroz (ou com, em vietnamita), utilizado nas mais diversas versões, os noodles, os vegetais, as frutas e as ervas aromátoicas. Usa (e abusa) dos ingredientes frescos como os vegetais e as ervas aromáticas que a terra tem para oferecer. A hortelã, mangericão e coentros frescos podem ser encontrados em qualquer prato, e em grande quantidades, acrescentando um toque de leveza, frescura e sabor muito característicos à comida vietnamita.

É díficil experimentar um prato vietnamita que não seja surpreendentemente saboroso, mas há alguns clássicos que não podes deixar de experimentar.

Pratos típicos do Vietname

Goi Cuon

Este é um pratos vietnamitas mais conhecidos em todo o mundo. Talvez não por goi cuon, mas certamente já ouviste falar dos famosos crepes vietnamitas, rolinhos primavera ou spring rolls. Sim, são esses mesmo. Consistem num crepe de massa de arroz extremamente fino, recheado com diferentes combinações de verduras, ervas aromáticas frescas e um ingrediente à escolha entre porco, camarão, tofu ou peixe. É muito fácil de fazer, come-se frio e pode ser comido simples ou mergulhado em nuoc chic, um molho para intensificar os sabores. Há também os cha gio, uma variente em que são fritos,

Pho

O pho é um dos mais famosos pratos típicos da gastronomia do Vietname. Na verdade, pode até dizer-se que é o prato nacional do Vietname. Consiste numa sopa de noodles que pode ser consumida a qualquer hora do dia, mas primeiramente ao pequeno-almoço. Aos noodles de arroz juntam-se os rebentos de soja, cebolinho, raspas de limão e ervas frescas – como hortelã, mangericão e coentros -, e um ingrediente de origem animal (vaca, galinha, porco, peixe ou lulas). O caldo desta sopa é o segredo do prato que o torna tão característico. O Vietname é um país enorme, o que faz com que se encontre diferentes variações do Pho pelas diferentes regiões. Há o Pho Bo (carne de vaca), o Pho Ga (galinha), o Pho Ca (peixe), Phở Chay (vegetariano), Phở Tíu (frito com carne de porco), o Pho Ha Noi (ao estilo de Hanoi), o Pho Sai Gon (ao estilo de Ho Chi Minh, antiga Saigão), e tantas outras variedades. Independente da variante de Pho que escolheres, há algo que todos eles têm em comum: são todos deliciosos! O prato é depois condimentado ao gosto de cada um, com nuoc cham, chili ou molho de peixe.

Bahn Mi

É uma baguete (sim, uma baguete a sério) tradicional vietnamita, e um dos mais conhecidos pratos do país. O pão não é um alimento nada comum na Àsia, mas devido à influência deixada durante a colonização francesa pode ser facilmente encontrado no Vietname. O banh mi vai buscar a baguete à influência gastronómica francesa e combina-a com os mais frescos sabores vietnamitas. No seu interior, uma grande variedade de recheios incluindo legumes, ervas frescas, carne de porco ou de vaca, paté, almondegas e até peixe. Podes encontrá-lo em qualquer banca de rua espalhada pelas ruas do Vietname.

Bahn xeo

O bánh xèo é uma espécie de panqueca ao estilo de Saigon. A massa é feita com farinha de arroz, creme de côco e açafrão, e depois frita e recheada. Preenchido com diferentes recheios, como cebola, rebentos de soja, barriga de porco e camarão. É servido com uma mistura de alfaces e ervas aromáticas. O truqe local para comer o banh xeo é partir um bocado do crepe, envolver na mistura de verduras e mergulhar molho nuoc cham – e apreciar a explosão envolvente de texturas e sabores.

Bun cha

O bun cha é um dos pratos típicos e uma especialidade de Hanoi. A carne de porco é grelhada num grelhador a carvão e servida numa cama de noodles de arroz finos. Acompanhados por um caldo própria e ervas aromáticas variadas. Quando o antigo presidente dos Estados Unidos visitou o Vientame, em 2016, este prato tornou-se mundialmente conhecido. Sentado num banco de plástico de um restaurante de rua nas frenéticas ruas de Hanoi estava Barak Obama, juntamente com o chef Anthony Bourdain, a comer o seu bun cha acompanhado de cerveja vietnamita. A notícia espalhou-se rapidamente por todo o mundo e prato ficou até conhecido como “bun cha Obama”.

Cao Lau

Típico da região de Hoi An, no centro do Vietname, encontramos o Cao Lau. É um prato de noodles grossos servido com fatias finas de barriga de porco, ervas frescas, rebentos de soja, flor de anis-estrelado e algum caldo. Para decorar leva pequenos quadrados de massa frita, biscoitos de arroz grelhados ou folha de arroz crocante. Hoi An foi um importante porto mercantil, e (diz-se) o segredo destes noodles são feitos com água de um poço milena, que lhe dão um sabor único.

Nuoc Cham

Não é um prato, mas sim um dos sabores mais tradicionais no Vietname. É utilizado praticamente para tudo – para dar sabor aos crepes vietnamitas, ao bahn xeo, aos noodles, ao arroz. Na sua essência é composto por alho, malaguetas, chalota, molho de peixe (fish sauce), lima e água. Pode parecer simples, mas é delicioso e traz um sabor extra à gastronomia do Vietname.

Estes e outros pratos típicos da gastronomia do Vietname podem ser encontrados em qualquer restaurante de qualquer cidade vietnamita. Em Hanói, capital do Vietname, pode ser provados no Quan Na Ngon, um restaurante especializado em culinária local. Em Hoi An, qualquer restuarante do império da Ms Vy é bom para

Bebidas

O povo vietnamita não tem um hábito de consumir bebidas a acompanhar as refeições. Desfrutar de uma bebida é um evento separado, seja uma reunião para um café ou parar em uma banca de rua para um sumo refrescante. O chá é uma das bebidas mais habituais no Vietname. Verde, jasmim ou lemongrass são apenas algumas das variedades desta bebida, que é servida muitas vezes como cortesia aos convidados. Os sumos naturais também fazem parte – de cana de açucar, de manga, de ananás ou a água de côco. A cerveja, ou bia, é das poucas excepções à tradição de não se acompanhar a comida com bebida. Existem 2 grandes marcas popularmente consumidas por todo o país: a Bia Saigon e Bia Ha Noi. Depois há a 333, a Truc Bach, a Huda Beer, a Dai Viet, ou marcas importadas como a Heineken, Budweiser ou a Tiger. Há também o vinho de arroz, conhecido como ruou. Há depois a vertente medicinal do vinho de arroz, onde é habitual ver as garrafas com cobras, lagartos, escorpiões ou outros insectos lá dentro. Sendo o Vietname um dos maiores produtores do café robusta, há ainda a tradição de se beber café, normalmente com gelo. O café vietnamita é preparado utilizando um pequeno filtro de metal colocado no topo da chávena ou copo. As variações mais comuns é o café gelado com leite condensado, café preto gelado com açúcar ou café com gema de ovo, uma especialidade de Hanoi.

Street Food

Falar sobre a comida vietnamita sem falar sobre a comida de rua, não é falar verdadeiramente sobre a gastronomia do Vietname. Seja nas agitadas ruas da capital Hanoi ou de Ho Chi Minh ou nas ruas iluminadas por candeeiros coloridos de Hoi An, a street food é a alma e coração do povo do Vietname. Era frequente as casas não terem divisões e a tradição de comer na rua tornou-se muito comum. É algo que está entranhado na cultura dos vietnamitas. Em todo o lado é possível ver famílias inteiras e grandes grupos a comer alegremente sentados nas mesas baixas nas ruas de qualquer cidade. Os carrinhos de metal com rodas e grandes vitrines são também frequentemente encontrados pelas ruas, assim como as bicicletas ambulantes carregadas de comida.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.